20 de março de 2012

Gabriel Lima

Tipos de humor na publicidade: INTERTEXTUAL

Enfim, chegamos ao último tipo de humor usado na publicidade: HUMOR INTERTEXTUAL (já falei em outros posts de HUMOR FÁTICOCOMERCIAL e EMOTIVO).

Neste tipo de humor vamos falar sobre um recurso criativo importante nas ações de persuasão: a intertextualidade, que não é, necessariamente, usado apenas em peças publicitárias bem humoradas.

Podemos definir a intertextualidade como o diálogo entre dois textos.  É uma criação é feita dentro de um contexto já conhecido popularmente. Ou seja, é uma criação dentro de outra, geralmente expressa por meio de paródias, estilização, parafraseando etc.

Seja implícito ou explícito, esse recurso tende a ser – na minha opinião – um dos mais fortes na hora de conquistar aqueles que estão do outro lado da mensagem.

Imagine alguma história, personagem ou música que marcou sua vida, ou que tenha relevância cultural pra muita gente. Agora imagine que uma marca, em uma propaganda, faz uma versão desta referencia… Você, provavelmente, vai se sentir envolvido e vai querer participar daquilo, seja comprando o produto em si ou divulgando a ação. As duas formas são bem interessantes ao anunciante. Tá aí a intertextualidade. E quando a versão usa do humor para complementar e aumentar o impacto, temos uma peça ainda mais vendedora e, nesse caso, o HUMOR INTERTEXTUAL.

A frase “nada se cria, tudo se copia” até faz sentido, levando em conta que quando vamos criar algo sempre utilizamos nossas referencias culturais. Quem nunca adaptou uma ação ou expressão popular nas suas criações que atire a primeira peça (rs).

Exemplo retirado do blog Discutindo a Redação Publicitária:

Seja o primeiro a parpitá

Parpite você também