26 de outubro de 2011

Silvia Zampar

HÁ alguns anos ATRÁS = pura redundância

Veja as frases:

É tão comum vermos essa frase, utilizando-se o no início e o ATRÁS no final, que nem notamos nada estranho. Esse é mais um daqueles erros democráticos, que atinge todas as pessoas e, mais, a impressa utiliza essa frase normalmente.

Mas note:

Ou seja, se o já diz que ocorreu no passado, porque complementar com um ATRÁS? Haveria alguma maneira de ser adiante no tempo? Não, nesse caso usaríamos “DAQUI A tanto tempo” (não existe o HÁ para expressar o futuro).

Apesar de muito utilizado, de ouvirmos a todo o momento, trata-se SIM de um erro gramatical, um vício de linguagem = redundância.

Você podia usar, mas agora, que está lendo aqui e aprendendo, vai se “policiar” pra não errar mais: ou utiliza o , no começo da frase, ou utiliza o ATRÁS, assim:

Liberdade poética existe (e se perdoa), como bem utilizou o idolatrado e saudoso Raul Seixas: “Eu nasci, dez mil anos atrás

Seja o primeiro a parpitá

Parpite você também