21 de julho de 2010

Roberto Marchesoni

O que é Gráfica Rápida/Digital e Gráfica Offset

Há muita confusão quando falamos de gráfica rápida e gráfica de impressão offset, por isso prefiro chamar de GRÁFICA DIGITAL , sendo que seu diferencial em relação a uma GRÁFICA OFFSET (ou convencional) está no tipo de equipamento de impressão utilizado, além do prazo mais rápido.

Uma gráfica rápida ou digital tem equipamentos muito diferentes, como o nome já diz gráfica digital, ela utiliza equipamentos digitais para execução dos trabalhos. Pense no processo de impressão que temos em nossos escritórios ou residências… O processo digital é igual, só que a impressora é bem maior. Ao lado temos um exemplo de equipamento digital da marca Docutech.

Impressoras digitais podem utilizar diversos processos de impressão: a laser, a jato de tinta, a cera, sendo que dentre estes o mais utilizado é o a laser devido à velocidade ser maior e o custo de impressão menor, com ótima qualidade. A característica comum destas impressoras é a saída de impressão direto do arquivo fornecido, a partir do arquivo aberto no computador se dá a saída direta para a impressão.

Isso facilita no prazo de produção, porém é bom apenas para pequenas quantidades, principalmente em termos de impressos coloridos, porque para quantidade acima de 200 ou 250 folhas coloridas se  tem um preço melhor na impressão offset.

A impressão offset é feita em máquinas bem maiores, que podem trabalhar imprimindo apenas uma cor, duas cores, sendo que as gráficas melhores (e maiores) trabalham com máquinas que imprimem simultameamente de 4 a 7 cores. Ao lado você confere uma impressora offset Heidelberg 4 cores.

As etapas que compõem os processos de impressão é que fazem a grande diferença no prazo de entrega, a saber, no processo Digital as etapas são: CD ou arquivo direto para impressão. Já na  impressão offset temos: CD ou arquivo, fotolito (ou CTP) chapa e ai vai para a impressora. Percebemos como o esse processo offset é maior, o que o torna mais demorado, por isso que o processo digital é mais rápido e tem menor custo na pequena tiragem.

Obs: CTP  é um processo que só elimina o fotolito, o restante do processo continua o mesmo, sendo que algumas pessoas confundem achando que CTP é um processo de impressão. Mas falarei de CTP numa postagem futura.

Outra diferença importante é a relação preço-quantidade. Na impressão digital não existe quantidade mínima, é possível fazer uma única unidade a preço baixo (deixando de lado a depreciação e custo da máquina), sendo que o preço unitário é o mesmo para 1 ou 1.000 impressões. Já no processo offset existem os custos fixos (fotolito, chapa, preparo de máquina) que não variam com a quantidade de impressões (ou seja, para 1 ou 50.000 esse custo é o mesmo), o que significa que quanto maior o número de impressões iguais, menor o custo unitário da impressão.

Offset ainda é a melhor solução em termos de menor custo para grandes tiragens do mesmo impresso, sendo que hoje em dia, com a evolução dos equipamentos offset, já se considera 200 folhas A-3 um bom custo beneficio.

38 "parpite"

1. Saulo publicado em 21 de julho de 2010 às 10:07

Bacana o post. Hj começa meu curso de Pré-impressão Gráfica. Imagino que vou passar a "manjar" um pouco mais deste assunto. rsss
Abraço!

2. jaques coronel publicado em 21 de julho de 2010 às 10:54

bom dia preciso de uma informaçao sobre impressao ,como e que faço tem allgum link

3. tudibao publicado em 21 de julho de 2010 às 18:07

Você pode deixar um comentário aqui, ou mandar um e-mail para o Roberto, que é o autor desse post.
Dependendo ele te responde por e-mail, dependendo pode até transformar a sua dúvida numa postagem futura, que sirva também para mais pessoas.

4. Roberto Marchesoni publicado em 21 de julho de 2010 às 16:38

Com certeza Saulo, ira aprender sobre impressão digital e off-set, caso necessite estou a disposição para maiores esclarecimentos.
Abraço

ROberto Carlos Marchesoni

5. Roberto Marchesoni publicado em 21 de julho de 2010 às 16:39

Boa tarde Jaques,estou a disposição para responder sua pergunta aqui ou no por email:roberto@graficavisao.com.br

6. Graciana publicado em 05 de setembro de 2010 às 20:38

Boa Noite!
Meu nome é Graciana , gostaria de saber na opinião de vocês conhecedores do assunto,
o que é mais viável financeiramente montar uma Gráfica convencional ou uma digital?

OBRIGADA!

7. Maria das Graças publicado em 14 de outubro de 2010 às 8:50

Bom dia! Gostaria de uma orientação, moro em Minas, cidade de +ou- 10.000 hab. e queria possuir uma maq.impressão de cartazes,pois aqui se faz em torno de 50cartazes ejá mexo c/comunicação visual, mas uma máquina fácil de manuseio, aguardo, abraços,sou mulher,tenho 46 anos..Obrigada

8. Silvia Zampar publicado em 14 de outubro de 2010 às 10:18

A quantidade de 50 você tem que comprar uma impressora digital, não compensa nenhuma máquina offset, com certeza.
Verifique nos fabricantes (Epson é um dos melhores) as disponibilidades de máquina e formato que imprimem e já busque por preço.

9. Kátia Mesquita publicado em 21 de outubro de 2010 às 20:12

Boa noite!
Meu nome é Kátia, moro na região metropolitana do Recife (Jaboatão dos Guararapes-PE) e gostaria muito de algumas dicas, pois estou estudando a possibilidade de abrir uma gráfica digital, minhas dúvidas são muitas, mas as mais importantes, seria quais tipos de máquinas preciso investir de início e se esse tipo de serviço poderia ser feito de início em minha própria casa, será uma gráfica pequena, pretendo colocar serviços de cópias e fazer serviços com arte digital. Aguardo sua resposta e muito sucesso a todos! obrigada

10. Silvia Zampar publicado em 22 de outubro de 2010 às 8:27

Vou me antecipar ao Roberto e lhe responder (só pra agilizar):
- Você terá que pesquisar o tipo de equipamento que irá ser preciso para a SUA necessidade junto a fabricantes destes. Comece pesquisando nos sites destes, solicite catálogos, visita de um representante, enfim, eles têm interesse de lhe passar toda essa informação.
Uma outra forma seria você conversar com quem já tem esse tipo de serviço ai na sua cidade, entretanto creio que nenhum concorrente irá querer lhe "entregar o ouro", passando todas as informações conquistados com o tempo e experiência de trabalho.
- Se é algo pequeno, você poderá sim fazer em sua casa, desde que tenha espaço para isso. É importante também pensar na legalização do negócio, pois muitos clientes precisarão de Nota Fiscal, então vá até a prefeitura de sua cidade a fim de verificar se existe algum impedimento na lei de zoneamento para que você tenha uma empresa desse tipo de prestação de serviço na sua casa/bairro.
No mais é ter consciência que todo novo negócio demanda um investimento inicial, que demora em torno de 2 anos para ser "coberto" e trabalhar muito pra tudo dar certo, investindo, inclusive, em material publicitário para divulgar seu negócio. Sucesso.

11. Fred publicado em 04 de novembro de 2010 às 22:03

olá, estou com muita vontade de começar um empreendimento nesse ramo de gráfica rápida ou digital, sendo que como todo novo emoreendedor, tenho muitas dúvidas, afinal nunca trabalhei no ramo, logo venho pergunta se você poderia me ajudar no sentido me apresentar algum plano de negócio, que tipo de serviços poderia oferecer, enfim, tudo que vc puder me enviar nesse sentido, seria muito grato! Abraço a todos…

12. Silvia Zampar publicado em 06 de novembro de 2010 às 11:10

Fred, como administradora desse blog vou me antecipar ao Roberto e lhe responder.
Em primeiro lugar, o Roberto é proprietário de uma Gráfica Offset, portanto ele tem os conhecimentos a respeito de uma Gráfica Digital, mas não a vivência ou experiência, não podendo lhe ajudar diretamente.
Plano de negócios não é algo que alguém possa lhe apresentar, vc tem que fazer o seu, mas isso é feito qdo você quer buscar investidores para apostar no seu projeto. De toda a forma, procure um SEBRAE que eles poderão ajudá-lo a encaminhar esse novo negócio, com um planejamento.
Outra sugestão é você procurar os fabricantes de impressoras digitais para esse tipo de gráfica (eu começaria pela Epson, que foi algum dos equipamentos que vi na última feira do setor que visitei), pois eles têm todo o interesse em assessorá-lo. Aliás, procure pelas feitas do setor (infelizmente a maior, no Anhembi, já foi no 1º semestre desse ano), pois você conhecerá muitos equipamentos, fabricantes, insumos.
Desejo-lhe sucesso!

13. Adolfo publicado em 11 de novembro de 2010 às 14:07

Boa tarde, legal este post pois serve como conhecimento para pessoas que nao conhecem o assunto. Faco curso tecnico de impressao offset no SENAI e e' muito interessante a area grafica.

14. Silvia Zampar publicado em 12 de novembro de 2010 às 10:29

Opa, legal a dica pra nossos leitores. Valeu!

15. Rubens publicado em 13 de março de 2011 às 17:18

Oi Silvia e Roberto e demais participantes. Sou Rubens e quero montar uma gráfica expressa, mas quero saber se é viável, pois vi que a gráfica digital não é interessante. As gráficas mais proximas da minha cidade estão a 160km, e tenho bom relacionameneto com os comerciantes da minha região. Quero saber se posso concorrer com estas gráficas, fazendo meus impressos numa BIZHUB C200 e em uma AFÍCIO 3025/3030 (aceito opinião de outras máquinas). Aguardo respostas. E PARABÉNS PELO BLOG, É MUITO ÚTIL.

16. Silvia Zampar publicado em 14 de março de 2011 às 9:11

Já te antecipo que eu não tenho o menor conhecimento sobre viabilidade, custos, etc, de gráficas rápidas e/ou digitais. Só o que ouço falar…
O Roberto tem um gráfica offset, então não sei se ele tem essa informação, mas vamos ver o que ele fala, se te indica alguém pra conversar.
Sucesso!

17. Rubens publicado em 28 de março de 2011 às 10:46

ERRATA, E REFORMULANDO A MINHA PERGUNTA. Oi Silvia e Roberto e demais participantes. Sou Rubens e penso emo montar uma gráfica rápida ou digital (como também é conhecida),, mas quero saber se é viável, pois vi aqui mesmo no no blog que a gráfica com máquinas offset não é interessante. As gráficas mais proximas da minha cidade (usam offset) estão a 160km, e tenho bom relacionameneto com os comerciantes da minha região. Quero saber se posso concorrer com estas gráficas, fazendo meus impressos numa BIZHUB C200 e em uma AFÍCIO 3025/3030 (aceito opinião de outras máquinas). Aguardo respostas. OBRIGADO.

18. Roberto Carlos publicado em 28 de março de 2011 às 12:24

Muito obrigado pela pergunta.
Em se tratando de equipamentos digitais, em primeiro lugar você precisa saber se seu fornecedor lhe oferece manutenção na sua cidade, qual o prazo de garantia, quantas folhas imprime por minuto e quais as gramaturas de papeis imprime.
Impressoras digitais são para pequenas tiragens, entorno de ate 200 folhas A-3
Se seus clientes se encaixam nesses parâmetros ai pode ser um ótimo negocio.
Quanto a marca dos equipamentos, para mim Hp faz a diferença.
Maquina Minolta eu não conheço.
Uma pesquisa que precisa fazer e sobre o preço do toner.
Mas ainda antes de tudo sou a favor de, independente do que quer montar, deve estar ciente que é preciso saber administrar um negocio.
O brasileiro é muito trabalhador e pouco administrador, isso tem feito com que 80% das pequenas empresas fechem as portas dentro de 2 anos.
Espero ter ajudado.
Um abraço.

19. Janice publicado em 10 de abril de 2011 às 19:39

gostaria de saber qual a metragem quadrada 'e necess'ria para montar uma gr'afica compacta?

20. Roberto Carlos publicado em 11 de abril de 2011 às 9:03

Não da pra pensar pequeno, quando falamos de empreender.
Se você já averiguou todas as possibilidade que fiz no comentário acima e esta pronta para montar seu negócio, agora precisa pensar grande.
O tamanho vai depender dos equipamentos que pretende comprar e principalmente as possibilidades que você tem de adquirir um local adequado.
Prefiro começar com espaço do que já começar apertado, e dificultando a produção.
Pelo menos 20 mts, eu acredito.

Grato

Roberto

21. emerson publicado em 26 de julho de 2012 às 10:39

quais os equipamentos nescessário para abrir uma mini gráfica rápida ou uma gráfica rápida maior e quanto seria o custo de um empreendimento desse, obrigado e aguardo resposta.

22. Silvia Zampar publicado em 26 de julho de 2012 às 10:56

O Roberto, que fez esse post, tem uma gráfica Off-set convencional, portanto não pode lhe dar com exatidão essa informação (e nós só somos um blog, e não fabricantes ou distribuidores de nada).
O melhor é você buscar representantes da área para lhe fazerem uma visita e sanarem suas dúvidas.

23. Nathalia publicado em 21 de agosto de 2012 às 10:23

Roberto, bom dia. Pertenço a Personal Service e estamos trabalhando uma vaga para Impressor Off – set. Você teria alguém para indicar? Aguardo retorno. Att, Nathalia Carballo

24. Silvia Zampar publicado em 21 de agosto de 2012 às 22:34

Nathalia, infelizmente é impossível tratar desse tipo de coisas assim, em comentários de um blog. Se quiser, entre em contato pelo email do Roberto (está na apresentação dele).

25. thiagotl publicado em 13 de setembro de 2012 às 14:07

Boa tarde roberto,

Possuo uma maquina corte e vinco e trabalho com sacolas vincadas, estava pensando agora em expandir meu negócio e montar uma pequena gráfica, pretendo comprar uma maquina offset e uma guilhotina automática, gostaria de uma orientação sobre quais produtos posso oferecer que essa maquina comporte, a quais tipos de clientes e qual a melhor impressora pra eu adquirir se é a multicolor ou a monocolor offset.

obg pela atenção

26. rodrigo publicado em 15 de setembro de 2012 às 14:27

E verdade que agráfica quando copiadas de varias veze ela tem menos detalhes

27. Silvia Zampar publicado em 15 de setembro de 2012 às 14:56

Não entendi sua pergunta. Poderia tentar me explicar melhor?

28. Danilo Pranzo publicado em 21 de janeiro de 2013 às 20:26

Muito boa as dicas de perguntas e respostas, gostaria de saber mais sobre o assunto grafico, se possivel receber por e-mail.
Obrigado

29. Silvia Zampar publicado em 21 de janeiro de 2013 às 21:38

As informações que temos e prestamos estão aqui no blog. Se tiver alguma pergunta específica, deixe aqui.

30. everaldo publicado em 17 de março de 2013 às 16:05

Roberto,

você percebeu quanto gente interessada neste assunto? Dá pra tirar algum proveito nisso? Você pode dar consultoria?

31. Silvia Zampar publicado em 17 de março de 2013 às 20:12

Como já foi dito aqui, o Roberto não trabalha, nem tem experiência com Gráfica Digital, portanto não pode dar consultoria em algo que tem só conhecimento e não domínio.

32. natalia publicado em 07 de maio de 2013 às 14:06

Roberto,
Meu nome e natalia moro no rio de janeiro -ilha do governador,estava vendo um anuncio no bom negocio que dizia: Vendo empresa no ramo de copiadora e grafica com equipamentos modernos,clientela fiel a 18 anos no mercado. motivo :emprego publico.
Queria saber de você oque eu posso fazer para poder me aperfeicoar no ramo?
Se a ideia e boa?
Dicas do ramo?
Obrigado

33. Silvia Zampar publicado em 07 de maio de 2013 às 17:15

O Roberto está afastado do blog no momento, então vou responder por ele:
- Acho que se fosse um negócio tão bom assim, dificilmente o proprietário teria ido em busca de outra opção para ele mesmo.
Ok, podemos pensar se é um negócio interessante, e isso você só vai descobrir se de fato for pessoalmente verificar o equipamento dele, ver se ele disponibiliza informações seguras a respeito de faturamento, despesas e, claro, vale você verificar como "cliente oculto", usando o serviço pra ver como é de fato, o que os outros clientes estão fazendo.
Não tenho conhecimento onde você pode se aperfeiçoar ai no RJ, melhor procurar em fóruns e conversar com pessoas da área e região sua.

34. Marcos maciel publicado em 27 de junho de 2013 às 21:34

Marcos Maciel.
olá tudo bem. Gostaria de Saber quais equipamentos é nescessario para abrir uma gráfica digital/rápida
pois tenho uma editora gráfica e pretendo abrir uma.

35. Silvia Zampar publicado em 02 de julho de 2013 às 10:00

O Roberto, autor desse post, não é especialista em Gráfica Rápida – ele é proprietário de uma gráfica off-set. Lamento não podermos ajudar.

36. Esmeralda publicado em 30 de julho de 2013 às 11:09

Bom dia, tenho uma máquina off set que faz impressão 2 cores, estou vendendo ela, caso haja interesse, estou em São Paulo, me telefone é (11)5062-7779, meu nome Esmeralda

37. AILTON publicado em 25 de dezembro de 2013 às 15:09

O QUE VOÊ ACHA DA RICOH MP 7500 PARA RODAR LIVROS E FAZER ACABAMENTO GRÁFIO

38. Silvia Zampar publicado em 10 de janeiro de 2014 às 10:50

Não temos conhecimento desse equipamento.

Parpite você também