sábado , 25/11/2017
Breaking News
Home / Geral / Cópia x Referência na Ilustração

Cópia x Referência na Ilustração

Olá, pessoal que gosta de ilustração!

Hoje falarei sobre um assunto que aparece constantemente nas rodas de conversa de quem trabalha com atividade intelectual de criação: o limite entre cópia e referência. Começarei falando sobre a referência primeiro.

Usar referência é quando coletamos informações, materiais ou peças quaisquer que nos ajudam a chegar em um conceito, ideia ou solução. É muito comum nos meios criativos, principalmente na ilustração.

Ao contrário do que se imagina, o ilustrador não sabe desenhar de tudo e nem conhece de tudo. Podemos até saber um pouco mais, nem sempre acontece, entretanto o que diferencia um ilustrador de outros profissionais é saber ‘ver’ formas, texturas, etc e aplica-las mesmo q sem nunca ter visto. Neste contexto que entram as referências, pois o autor busca fontes para compor, criar e executar sua obra.

As referências podem ser visuais, técnicas ou conceituais, aplicadas de forma a serem mais ou menos explicitas, as vezes na forma de homenagens.

Alguns exemplos que podemos conferir de referências:

a) O personagem da Marvel Nick Fury é retratado com a aparencia do ator Samuel L. Jackson na linha Ultimate. Fez tanto sucesso que o próprio ator foi convidado a interpretar o prsonagem no cinema.

b) Reinterpretações da famosa capa de Amanzing Fantasy 15 que trouxe a estreia do Homem-Aranha.

c) Ilustração dos vingadores feita sobre a capa do filme Army of Darkness.


No caso de plágio, o conceito, elementos gráficos e diagramação são copiados, reproduzidos com poucas diferenças (o que torna evidente o plágio). É crime passível de processo judicial.

Alguns exemplos de plágio:

a) O caricaturista Leopoldo Henriquez teve dois casos de plágio q narra em seu blog. Aqui um deles no qual um larápio pegou os corpos (nas extremidades) de duas caricaturas e mudou as cabeças (no centro)


b) A HQ Velta de Emir Ribeiro com várias imagens cpiadas de HQs norte-americanas (prática comum nesse meio ;-( )


Em tempos de internet é impossivel se precaver pois a oferta de imagens é infindavel. É necessário e recorrente o uso de referencias , como na minha ilustração mostrada abaixo. Contudo, reproduzir, mesmo que pacialmente um trabalho alheio é total falta de ética e um caminho certo ao suícidio profissional.

Abraços e até semana que vem.

About Mario Mancuso

Formado em arquitetura e mestre em Comunicação Social, trabalha há 15 anos com ilustrações para publicidade, histórias em quadrinhos institucionais e animações, tendo desenvolvido trabalhos para diversas editoras e agências no Brasil e exterior.
Dá aulas de desenho artístico e quadrinhos e também leciona nas UNIP para os cursos de Com. Digital, sendo coordenador na Unidade Alphaville. Twitter: @mario_mancuso. Confira a apresentação completa dele.

Check Also

O que acontece quando não se contrata um profissional (ou “meu sobrinho faz isso”)

Olá, Pessoal. Curtiram o Carnaval? Para começar o post de hoje quero mostrar um cartaz …

Eu tenho pressa de vencer…

Olá, pessoal. Voltei de minhas férias de quase três meses – rs Calma!! Não fiquei …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Creampie
Threesome
Threesome
Threesome
Threesome
Blowjob
Creampie
Orgy
Anal
Blowjob
Blowjob