domingo , 24/07/2016
Breaking News
Home / CONHECIMENTO / O que é um anúncio Alltype e um Copy
DiaPublicitario2

O que é um anúncio Alltype e um Copy

Dois termos que comumente ouvimos falar em publicidade, é que um determinado anúncio é um alltype e, menos comum, mas você também ouvirá, é dizer que o anúncio é um verdadeiro copy. Hoje vou tentar explicar o que é cada um desses termos:

Alltype: Trata-se de um anúncio para mídia impressa feito apenas com textos, sem imagem ou ilustração, ou seja, onde só utilizamos a linguagem verbal.

Por muito tempo alguns criativos apregoaram o famoso chavão que “uma imagem vale mais que mil palavras”, deixando o texto num papel secundário. Entretanto existem vários anúncios criativos que são construídos apenas com texto, sem transformar sequer o texto em recurso visual (o texto transformado em imagem), é o texto valendo mais que mil imagens.

Seguem alguns exemplos belíssimos de alltype:

Copy: A primeira vez que ouvi esse termo foi num curso de Redação Publicitária que fiz com o Zeca Martins, onde ele ainda indica a leitura do livro O Copy Criativo, do Roberto Menna Barreto. Então para explicar o que é um Copy, vou usar a definição que o próprio Menna Barreto faz:

O Copy é um texto com construção formal básica, com ritmo impecável, muitos parágrafos arejados, figuras de retórica, humor quando convém, brilho intelectual, mas cordial (sem exibicionismos!), encadeamento irresistível de argumentos e sugestões, tudo se afunilando em direção a uma tese precisa, pragmática e vendedora!

O bom Copy é aquele que:

  • Prende a atenção, obrigando à leitura, proporcionando algum prazer no ato de lê-lo, sendo básico, mas não banal. Em sua melhor forma ele é irresistível.
  • Ele faz o leitor aceitar mais o que lhe está sendo vendido, abrindo sua simpatia pelo produto, serviço ou ideia ali defendida.

Ou seja, um verdadeiro Copy é um texto construído que encaminha o leitor para seguir adiante nos parágrafos, mantendo o interesse deste, buscando com argumentos inteligentes e/ou uma dose de humor, levá-lo ao fim onde vende sua ideia, produto ou serviço.

Alguns copy que eu acho muito criativos dentro de todo esse critério explicado (clique no anúncio para ver maior e conseguir ler):

Então, só pra concluir, um anúncio alltype pode ser também um verdadeiro copy, desde que ele tenha um texto mais composto, que se caminhe por parágrafos onde se vá entretendo o leitor e, ao final, se conclua, passando a mensagem e conseguindo “vender” a ideia ou o produto (ou seja, se o “texto” está numa só palavra ou numa frase, como nos primeiros exemplos, estamos falando apenas de alltype).

Já um copy só pode ser considerado também um alltype se ele não tiver imagens, ou, pelo menos, imagens que “comuniquem” algo, ou contribuam para passar a informação de forma visual (linguagem não verbal).

Muitos profissionais se deliciam com esse tipo de anúncio (claro que os redatores são seus maiores defensores), sendo que o blog Puta Sacada procura, preferencialmente, dar ênfase na publicação destes, vale dar uma olhada (os anúncios que ilustram esse post, eu peguei todos lá).

About Silvia Zampar

Graduada em PMKT, pós em Ensino Superior, mestre em Comunicação Midiática, atua como publicitária há 17 anos em sua agência de propaganda em Jundiaí e leciona para cursos de Comunicação Digital / Publicidade. Mantém os blogs: este (o TuDiBão) e o Livro-Objeto. Twitter: @SilviaZampar. Confira a apresentação completa dela.

Check Also

motorista

Dia do Motorista

E hoje, Dia do Motorista, publicamos um anúncio simples e gracioso que encontramos, que utiliza …

an_record_breakingbad

Silvio Santos assiste Breaking Bad… e aumenta a audiência

É, tudo que ele toca vira outro, e o que sai de sua boca também …

9 comments

  1. Pessoalmente, não vejo muita diferença entre alltype e copy, exceto pelo tamanho dos textos. Na verdade, nem me lembrava muito do termo "copy".

    No mais, as escolhas para ilustrar o artigo foram muito boas. Parabéns pelo trabalho.

    • Opa, obrigadinha pelo gentil comentário.
      Então, como eu comento no final do post, na verdade um alltype pode ser tbm um copy e vice versa, mas não obrigatoriamente.
      Quando temos, por exemplo, uma arte feita com apenas uma palavra, trata-se com certeza de um alltype, mas não dá pra considerar um copy, pois não existe um texto construído, um desencadeamento de ideias até chegar à conclusão.
      Da mesma forma, podemos ter um anúncio que tem a imagem ajudando na composição da mensagem, com um texto bem construído, dentro de todos esses princípios que o qualificam como um verdadeiro copy… Mas não se trata de um alltype, já que não é "só" tipologia.

  2. Já copiei aqui pro meu pc, muito importantes esses posts!

  3. (832) Opa, obrigadinha – rs

  4. (906) Existem livros de redação publicitária que tratam dos dois usos. Mas eu procurei simplificar pro leitor do TuDiBão. Obrigada!

  5. nossa eu aprendi muitas coisas, me ajudou bastante…………………..-_-……………..-_-…………………

  6. Muito bom essa pagina ensinado como fazer uma ANÚNCIO ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *